Documento de 06 de outubro de 1862

De Sala Virtual Brusque
Ir para navegaçãoIr para pesquisar

DIRECTORIA DA COLONIA BRUSQUE EM 06 DE OUTUBRO DE 1862.

DIRECTORIA DA COLONIA BRUSQUE EM 6 DE OUTUBRO DE 186?,. Exm°. e Revm°. Snr. Remetto à. V°. Exa. o requerimento incluso de Guido de Secken-dorff, que foi entregue à, este Directoria com o acto anexo de cessão, feito pelos Colonos João Koole e Mathias Wagner. Pedio-se-me de dire-gir este requerimento às mãos de Va. Ex°. Afim de que V°. Exa. esteja no especial e pleno conhecimento des-sa transação informo respeitosamente o seguinte: João Koole, Colono, chegou solteiro isolado, marinheiro, e recebeu em Outubro de 1860 o Lotte de terias N°. 8-3 no districto de Batéas, lu-gar chamado Poço-fundo, terreno incontestavel muito bom para cultu-ra e industria. Elle casou-se com a filha do Colono Melchior Peter-mann, estabelecido no seu Lotte N°. 4 situado na margem esquerda do Itajahy-mirim em terras superiores. Koole, pouco trabalhador no seu Lotte NO. 88, reunio-se depois à familia do seu sogro no Lotte N°. 4, procurando em -meios parte :seu sustento com navigar, ora por propria conta, ora como conductor de lanchas ou canoas. —Koole cedeu livre e espontaneamente a metade occidental deste Lotte N°. 88 à .Mathias Wagner, com a condição de que Wagner tome sobre si, sobre .a parte cedida, e sobre as futuras bemfeitorias que nelle fieer, a metade de todo onus real, do que João Koole é devedor ao Im-perial Governo; devendo Wagner comprar esse parte de Lotte ao Es-tado. Pelo mencionado requerimento de Seckendorff, assim como pelos dous actos de livre e espontanea cessões juntos, consta: que Koole e Wagner cedem juntos agora essa mesma metade occidental do Lotte 88 ao peticionario (se V°. ‘.Exa. o consente e o admitte no nucleo da Colonia) tomando Seckendorff sobre a sua responsabilidade e sobre as suas futuras bemfeitorias a dita metade da divida total do primitivo proprietario Koole. Wagner e lamina vão domiciliar-se. por circunstancias de familia, no estabelecimento de seus parentes no trio itajany-assu, logo nau aproveita do despacho de Va. EP. data 12 de Fevereiro de 1862, e p037 isso renuncia. Koole é pouco trabalhador na lavoura no seu Lotte N°. 88. Julgo por isso no interesse da Colonia e para maior garantia ao tÉ".stado, que o peticionaro Seckendorff cultive a metade do dito Lotte; principalmen-te que eirija tambem, como declara na sua petição, um engenho de soccar arroz e de moer fuba de milho, o que julgo: seria não somente de utilidade aos Colonos do lugar, como ciaria maior valor a esse Lotte N°. 88 e mesmo aos Lottes hereos. — Sendo o essencial do requerente: o pedido de sua admissão no nu-cleo da Colonia, e- da concessão de poder fazer os pagamentos da -Divida e da compra deste terreno-da metade do Lotte N°. 88 ao -Estado, nos mesmos prazos, concedidos aos mais Colonos, submetto à consideração :de V°.-Exa. esse caso, sobres o que Va. Exa. determinará como por bem houver. — Deos Guarde à Va. Ex°. Exm°. e Revm°. Snr. Conselheiro Vicente Pires da 1VIotta Dm°. Presidente da Provincia de Sta. Catharina O Director da Colonia Barão de -Sehneéburg


Casa de Brusque