Página principal

De Sala Brusque Virtual

(Diferença entre revisões)
Linha 6: Linha 6:
|-
|-
|Colspan="2" style="text-align:center;"|
|Colspan="2" style="text-align:center;"|
-
[[Departamento de Patrimônio Histórico]] · [[Como contribuir|Como contribuir?]] · [[Sala Brusque Virtual:Aviso geral|Alerta de conteúdo]] · [[http://www.youtube.com/SalaBrusqueVirtual Canal de Vídeos]]
+
[[Departamento de Patrimônio Histórico]] · [[Como contribuir|Como contribuir?]] · [[Sala Brusque Virtual:Aviso geral|Alerta de conteúdo]] · [http://www.youtube.com/SalaBrusqueVirtual Canal de Vídeos]
|}
|}
|}
|}

Edição de 11h44min de 25 de janeiro de 2013

História e Memórias de Botuverá

  • Marlus Niebuhr
E chegaram aqui em Botuverá, o rio faz um remanso, bate, o rio bate aqui, faz um remanso assim sabe! Essa jangada foi ancorada aqui, bem ali no centro. À noite, choveu e o ribeirão encheu primeiro e essa água entrou no rio Itajaí-Mirim, e a jangada que não estava bem amarada rodou, rodou no remanso não foi levada embora, então disseram: ‘-Ma che Porto Franco’, isto é: que porto seguro. Assim, Botuverá sempre foi chamado de Porto Franco, Porto Seguro.

Porto Franco, hoje Botuverá, emancipou-se de Brusque, em 28 de abril de 1962. A Câmara Municipal de Brusque, sob a presidência do Sr. João Batista Martins, sancionou a resolução Nº. 238, que criava o Município de Botuverá e Guabiruba, desmembrados do território do Município de Brusque. Em 07 de maio de 1962, a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, homologou a criação dos municípios.

A data oficial da emancipação do Município de Botuverá, foi 09 de junho, quando assumiu provisoriamente como prefeito o Sr. Zeno Belli, que nasceu em 1912, e concorreu pelo Partido Social Democrático –PSD, para ocupar o cargo de 1962 a 1963. Quando das eleições municipais, para o cargo de prefeito, foi eleito o Sr. Sebastião Tomio, que ocupou o cargo de 1963 a 1969. (...)
Clique no título para continuar lendo: História e Memórias de Botuverá


5 de julho:


Nasceram neste dia…

  • 1903 - Maestro Aldo Krieger, violinista, compositor e regente.

Faleceram neste dia…

Outros dias: 3 · 4 · 5 · 6 · 7 | ver todos…

Paes Leme
Luís Betim Paes Leme foi o quinto administrador efetivo da Colônia Itajahy(Brusque). Formado em 1871 engenheiro civil pela Universidade do Brasil, assumiu a Direção da Colônia Itajahy(Brusque). Ele nascera no Rio de Janeiro em 1847, filho de Luís Leme Betim e Mariana E. Navarro Leme e casou-se com Amélie Pellew Wilson, 12 anos mais jovem. Após a conclusão de seus estudos, aos 24 anos, fora nomeado Diretor da Colônia Itajahy (Brusque) em janeiro de 1872, entrando em exercício no dia 2 de março, ficando no cargo até a 1 de dezembro de 1875, quando pediu 3 meses de licença e não retornou a Brusque.


Ficheiro:Wbar_pink.jpg

Antigo prédio da Prefeitura de Brusque (atual prédio do Banco Itaú). Acervo FCB/Casa de Brusque
Ficheiro:Wbar_pink.jpg
link={{{escultura}}}

"Sem título" de Agostinho Moreira, participante do Simpósio Internacional de Esculturas do Brasil.

Acervo Sala Brusque
História dos Bairros

Guarani · Jardim Maluche · São Luiz · Santa Terezinha · Santa Rita · Águas Claras · Azambuja · Bateas · Cedrinho · Centro · Cerâmica Reis · Cristalina · Dom Joaquim · Limeira · Limoeiro · Nova Itália · Paquetá · Planalto · Poço Fundo · Ponta Russa · Primeiro de Maio · Rio Branco · Santa Luzia · São João · São Pedro · Souza Cruz · Steffen · Thomaz Coelho · Volta Grande · Nova Brasília · Zantão

Como pesquisar em
Personalidades

Políticos · Religiosos · Educadores

Brusque 150 anos

Síntese Histórica · Livro · Desfile · Praças · Exposições · Mostras · Igreja Luterana

Casa de Brusque

Revista · Fotos · Acervo

Visualizações
Ferramentas pessoais
Navegação
Ferramentas