Vicente Schaefer

De Sala Brusque Virtual

Vicente Schaefer, político e industrial brusquense. Após presidir a câmara de vereadores durante o ano de 1915, foi eleito Superintendente de Brusque em 1º de janeiro de 1916. Faleceu em 8 de julho de 1918[1], aos 39 anos.

Em 30 de março de 1978 O Município estampou notícia sobre o centenário de seu nascimento ocorrido no dia 27 daquele mês. Segundo o jornal

De seu matrimõnio com Maria (Mimi) Bauer, nasceram três filhos: Arnoldo, casado com Elvira Diegoli (5 filhos e 23 netos), Beno, casado com Estelina Câmara (4 filhos) e Celso, casado com Elfrida Heil (4 filhos).

Duas vezes Prefeito de Brusque, Vicente foi Major da Guarda Nacional, comerciante e dono de dois engenhos de serra na localidade de Santo Antônio (Lageado Alto).

Muito devoto a Santo Antônio, construiu, em 1908, no alto do morro de Santo Antônio, uma capela, mais tarde demolida para dar lugar a uma igreja maior.

Criou dois índios - Ana Ancontina e João Indaiá - que foram muito populares na cidade.[2].


Precedido por

Carlos Kühne
01/01/1903 - 1903
Intendente de Brusque

Vicente Schaefer
1903
Sucedido por

Carlos Renaux
1904 - 31/12/1906


Precedido por

Otto Renaux
08/11/1915 - 31/12/1915
Intendente de Brusque

Vicente Schaefer
01/01/1916 - 08/07/1918
Sucedido por

João Schaefer
04/08/1918 - 31/12/1918

Referências

  1. Gazeta Brusquense. Edição de 10 de jul. de 1918. p. 1. Acervo SAB.
  2. O Município. Edição de 30 de mar. de 1978. p. 8. Acervo SAB.
Ferramentas pessoais