Predefinição:Artigos destacados/17 de julho

De Sala Brusque Virtual


História e Memórias de Botuverá

  • Marlus Niebuhr
E chegaram aqui em Botuverá, o rio faz um remanso, bate, o rio bate aqui, faz um remanso assim sabe! Essa jangada foi ancorada aqui, bem ali no centro. À noite, choveu e o ribeirão encheu primeiro e essa água entrou no rio Itajaí-Mirim, e a jangada que não estava bem amarada rodou, rodou no remanso não foi levada embora, então disseram: ‘-Ma che Porto Franco’, isto é: que porto seguro. Assim, Botuverá sempre foi chamado de Porto Franco, Porto Seguro.

Porto Franco, hoje Botuverá, emancipou-se de Brusque, em 28 de abril de 1962. A Câmara Municipal de Brusque, sob a presidência do Sr. João Batista Martins, sancionou a resolução Nº. 238, que criava o Município de Botuverá e Guabiruba, desmembrados do território do Município de Brusque. Em 07 de maio de 1962, a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, homologou a criação dos municípios.

A data oficial da emancipação do Município de Botuverá, foi 09 de junho, quando assumiu provisoriamente como prefeito o Sr. Zeno Belli, que nasceu em 1912, e concorreu pelo Partido Social Democrático –PSD, para ocupar o cargo de 1962 a 1963. Quando das eleições municipais, para o cargo de prefeito, foi eleito o Sr. Sebastião Tomio, que ocupou o cargo de 1963 a 1969. (...)
Clique no título para continuar lendo: História e Memórias de Botuverá



Ferramentas pessoais