Limeira Baixa

De Sala Brusque Virtual

  • Álisson Sousa Castro, Historiador.

Tabela de conteúdo

Educação

E.E.F. Alberto Pretti[1]

A Escola iniciou suas atividades na data de 1º de abril do ano de 1932[2], com a denominação de Escola Pública Estadual de Limeira, sendo logo mudado para Escola Mista Estadual, pertencendo ao município de Itajaí até o ano de 1939, quando após essa data, passa a fazer parte do município de Brusque.

A primeira professora foi Vilna Corrêa Pretti, que trabalhou na escola desde a sua fundação até o ano de 1956, quando se aposentou. A escola tinha como sede uma casa de madeira. As matrículas eram poucas e atendiam crianças de 1ª a 3ª série. Após aposentadoria de Vilna, em 1956, assume a professora Joanna Torresani, ficando nesta escola como professora até 1978.

Em 1967 criou-se a 4ª série. A partir do ano de 1982 a escola denominou-se Escola Isolada Limeira I, e o prédio havia sido reconstruído de alvenaria.

Municipalização

Em 1993, a escola foi municipalizada como "Escola Isolada Limeira I" e em 1996 foi denominada "Escola Isolada Alberto Pretti"[3], homenageando assim, o morador do bairro que doou o terreno para construção da nova escola. Em 1998 o educandário tem nova denominação: Escola Multisseriada Municipal Alberto Pretti[4]. Em 2000 nova mudança: de Escola Multisseriada Municipal Alberto Pretti para Escola Reunida Municipal Alberto Pretti.

A partir de dezembro de 2000 modifica o nome para Escola de Ensino Fundamental Alberto Pretti, permanecendo até os tempos atuais[5]. No ano de 2005 foi implantada a 5ª série e em 2007 ampliam-se as turmas com a Educação Infantil e 7ª e 8ª séries.

Ainda em 2007 foi inaugurado o novo prédio da escola, localizada no terreno de fundos do antigo prédio. A Educação Infantil funciona no prédio antigo, com 100 crianças e o Ensino Fundamental no prédio novo, com 342 alunos.

E.E.F. Augusta Dutra de Souza[6]

A Escola Isolada Limeira foi fundada em 02 de junho de 1939, funcionando numa sala de uma casa de madeira, tendo como primeira professora Basilda Maria de Souza, filha de Augusta Dutra de Souza, que na época lecionava na Santa Terezinha.

Em 1953 o Prefeito Mário Olinger prestou homenagem à professora Augusta Dutra de Souza pelo excelente trabalho dedicado à educação, dando seu nome a esta escola, que então passou a ser denominada Escola Mista Municipal Professora Augusta Dutra.[7]. Em 1956 a escola é desdobrada em duas classes[8].

Em 8 de março de 1989 a escola multiseriada fica transformada em "Escola Reunida Municipal Profª Augusta Dutra de Souza"[9]

O bairro foi se expandindo e o crescente número de alunos obrigou a ampliação do prédio da escola. Para isso, houve um acordo entre APP da escola, diretoria da Igreja e prefeitura no qual foi resolvido transferir a escola para o atual prédio em que ela funciona.

Em 1992 foi implantada a 5ª série, passando a ter denominação Escola Básica Municipal Augusta Dutra de Souza.

Em 2000 recebe sua atual denominação[10].

Em 2001, uma lei federal mudou novamente o nome da escola, passando a Escola de Ensino Fundamental Augusta Dutra de Souza.

Por meio de eleição direta, tem como diretora a professora Gisela Bononomi. Conta com 40 funcionários e um total de 630 alunos, divididos em 22 turmas de 1º ano a 8ª série, atendendo, também, no período noturno, alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos), sendo uma classe de alfabetização e uma classe de 8ª série.


E.E.F. Prefeito Alexandre Merico[11]

A Escola de Ensino Fundamental Prefeito Alexandre Merico foi criada em 23 de julho[12] e inaugurada em 7 de agosto de 2009, tendo oficialmente o início de suas atividades em 17 de fevereiro do ano seguinte[13].

Esta escola situa-se no loteamento Cyro Gevaerd das terras adquiridas dos filhos do Sr. João Benvenutti, pertencente ao Bairro Limeira e atende aproximadamente 120 alunos.

C.E.I. "Tia Ana"[14]

Em 1954 foi fundada uma escola municipal que funcionava em uma casa cedida por um morador. A escola era multisseriada, atendendo de 1ª a 4ª série na mesma sala.

Em 1969, o bairro ganhou uma escola que tinha, novamente, apenas uma sala.

Em 1986 foi inaugurado um novo prédio, passando a denominar-se Escola Reunida Augusta Dutra de Souza, atendendo alunos de 1ª a 4ª série e pré-escolar, tendo este último recebido o nome de Recreação Infantil "Tia Ana", em homenagem à Ana Maria Soprano Leal, diretora do Departamento de Educação Infantil na época.

No dia 27 de setembro de 1992 foi inaugurado o Centro Comunitário Limeira, sendo o local destinado ao atendimento e educação de crianças de 2 a 6 anos[15].

Em 28 de março de 1994, pela Portaria 1391/94, passou a ser chamada de Escola de Educação Infantil Limeira. No ano de 1995 institui-se uma representação de pais e professores que passou a participar das decisões e organizações das atividades da escola junto à comunidade.

Em 2000 foi alterada nomenclatura do educandário que passou a se chamar Centro de Educação Infantil Limeira Tia Ana[16].

Referências

  1. Informações fornecidas pela Secretaria Municipal de Educação
  2. Há referências da criação de uma escola na Limeira em 1930, sendo nomeado primeiro professor o senhor Hermenegildo Teixeira. Notícia do Jornal O Progresso, de 31 de janeiro de 1930. Acervo SAB.
  3. Brusque. Lei Nº 2.117 de 27 de setembro de 1996. "DENOMINA ESCOLA PÚBLICA."
  4. Brusque. Decreto nº 4.084 de 23 de junho de 1998 que "Transforma Escolas Municipalizadas".
  5. Brusque. Decreto Nº 4.623/2000 de 20 de novembro de 2000. Altera identificação dos estabelecimentos de ensino da Rede Municipal de Ensino de Brusque em EEB, EEF e CEI.
  6. Informações fornecidas pela Secretaria Municipal de Educação
  7. Brusque. Decreto nº 74, de 1º de junho de 1953. Denomina a Escola Municipal de Limeira.
  8. Brusque. Decreto nº 136, de 10 de fevereiro de 1956. Desdobra a Escola Professora Augusta Dutra de Limeira.
  9. Brusque. Decreto nº 2.022 de 8 de março de 1989.
  10. Brusque. Decreto Nº 4.623/2000 de 20 de novembro de 2000. Altera identificação dos estabelecimentos de ensino da Rede Municipal de Ensino de Brusque em EEB, EEF e CEI.
  11. Informações fornecidas pela Secretaria Municipal de Educação
  12. Decreto n° 6.069 de 23 de julho de 2009.
  13. Os alunos que estudaram nessa escola de agosto a dezembro de 2009 continuaram matriculados na E. E. F. Professora Augusta Dutra de Souza
  14. Informações fornecidas pela Secretaria Municipal de Educação
  15. Decreto 2662/92.
  16. Brusque. Decreto Nº 4.623/2000 de 20 de novembro de 2000. Altera identificação dos estabelecimentos de ensino da Rede Municipal de Ensino de Brusque em EEB, EEF e CEI.
Ferramentas pessoais